top of page
Buscar

Países Produtores de Café: Indonésia

Visão Geral da Indonésia:

  • Produção: ~11 milhões de sacas de café por ano, nos últimos 10 anos

  • Tipos de café: Robusta 90% (~10 milhões), Arábica 10% (~1 milhão)

  • Colheita de café:

- Out - Set (safra de Java e Norte de Sumatra, Arábica)

- Abr - Mar (safra do Sul de Sumatra e Sulawesi, Robusta)

  • Regiões-chave: Sumatra (Sul é a principal região), Java, Sulawesi

  • Outros fatos importantes:

- Colheitas diferentes permitem um fluxo quase constante de cafés ao longo do ano

- 90% do café indonésio é produzido por pequenos produtores (fazendas de 1-2 hectares)

- Sabor único e famoso pelo café Kapi Luwak


Por que a Indonésia é importante

A Indonésia é uma origem com uma rica história de café e uma impressionante participação na produção mundial de café. Como o terceiro maior produtor de Robusta do mundo (após Vietnã e Brasil), a produção da Indonésia tem um grande impacto nos preços globais do café e nas cadeias de suprimentos.


Os grãos de Robusta da Indonésia são um componente crítico nas misturas de muitos torrefadores, fornecendo uma alternativa mais barata aos grãos de Arábica que é essencial para o consumo de café em todo o mundo. Além da produção de Robusta, a Indonésia também tem uma produção considerável de arábica valorizada no mercado de cafés especiais, que varia em volume de cerca de 1 a 1,5 milhão de sacas por ano.


Em última análise, a Indonésia é uma das origens-chave que os negociantes de café precisam conhecer bem para ter uma compreensão das bases globais. Seus cultivos únicos ao longo do ano e padrões climáticos exigem alguma análise para entender seu lugar na dinâmica global de produção de café e as tendências na produção de culturas e vulnerabilidade a padrões climáticos.


Neste artigo, exploraremos o papel da Indonésia como origem de café, seus antecedentes e desafios de produção e consumo, enquanto também destacamos as principais tendências para o futuro.



História da Produção

A Indonésia tem uma longa história na produção de café, que remonta à introdução do café no país pelos comerciantes holandeses no século XVII. Desde então, a Indonésia se tornou sinônimo de café, com a ilha de Java entrando no léxico popular como apelido para o café.


Ao longo dos anos, a produção de café da Indonésia teve altos e baixos. Nos anos 90 e 2000, houve um aumento constante na produção de 5-6 milhões de sacas nos anos 90 para 8-9 milhões de sacas na primeira década dos anos 2000. Desde 2010, a produção continuou a crescer, mas a concorrência de outras culturas fez com que a produção se estabilizasse em torno de 11 milhões de sacas por ano (fontes: ICO e UCDA).


Apesar dessas flutuações, o café continua sendo uma indústria crucial na Indonésia, e o mundo consumidor de café depende do café indonésio.


[Cansado de tentar entender as informações do mercado de café? Nossos relatórios Premium de Mercado de Café oferecem análises claras e concisas para ajudá-lo a tomar decisões informadas. Inscreva-se para uma avaliação gratuita hoje!]


Desafios

A produção de café da Indonésia enfrentou vários desafios ao longo dos anos. Mais recentemente, a influência do padrão climático La Niña resultou em chuvas excessivas durante a estação de floração do Robusta, levando a uma produção menor projetada em 23/24. Pelo menos uma trading house sugeriu que esta seria a menor safra de Robusta em 10 anos.



Além disso, no passado, a Indonésia experimentou secas severas que prejudicaram significativamente a produção, já que anomalias climáticas como El Niño e La Niña frequentemente perturbaram os padrões de chuva, afetando o rendimento e a qualidade dos grãos.

Apesar desses desafios, a produção de café da Indonésia dobrou entre o final dos anos 1990 e o início dos anos 2010, segundo dados da Organização Internacional do Café (ICO). No entanto, a produção se estabilizou desde então, variando de 10 a 11 milhões de sacas, de acordo com a ICO e nosso próprio banco de dados S&D.


Fonte: base de dados da ICO & CTA

Isso pode ser amplamente atribuído à concorrência de outras commodities agrícolas, como óleo de palma, borracha e cacau. Juntos, eles contribuíram para reduzir a participação do café no PIB agrícola da Indonésia em quase dois terços na última década, de acordo com a World Coffee Research. Isso talvez seja benéfico para a diversificação agrícola, mas também parece estar impedindo o aumento da produção de café da Indonésia.

As estatísticas do Escritório Central de Estatísticas da Indonésia apoiam ainda mais essa visão, pois mostram um declínio no tamanho das propriedades de café à medida que os agricultores mudaram seu foco para produtos mais lucrativos, como os mencionados acima.



[Nossos relatórios do mercado de café premium fornecem os dados e análises de que você precisa para tomar decisões informadas. Inscreva-se agora para uma avaliação gratuita e veja por si mesmo!]



Mesmo assim, a produção de café da Indonésia aumentou em geral desde 2018/19, ano em que a produção chegou a ~ 10 milhões: quase 1 milhão de sacas abaixo das médias históricas recentes. Infelizmente, a previsão para a safra 23/24 aponta para um ano de baixa, por conta do excesso de chuvas, com projeção de queda de 700 mil sacas para a faixa de 10m.

Demanda por café indonésio

Internamente, a Indonésia abriga uma crescente cultura de café e tem um consumo interno relativamente alto de café Robusta, estimado em 4-5 milhões de sacas por ano. Uma figura de consumo impressionante que é maior do que a maioria das outras origens. Ainda assim, quase toda a produção de Arábica da Indonésia e mais de 70% de seu Robusta são destinados à exportação, com países em todo o mundo, dos EUA ao Japão, demandando café indonésio.

Os 5 maiores consumidores de café variam de países próximos a destinos distantes: EUA, Malásia, Egito, Itália e Japão. Juntos, esses 5 países representam cerca de 45% do total das exportações de café.


Fonte: Guia oficial “Indonésia Coffee Statistics”

Internamente, as unidades de processamento de café da Indonésia torram café produzido por lá, mas também importam grãos de café do Vietnã a preços competitivos e os Conilons do Brasil por sua qualidade superior. Isso é principalmente para compensar a baixa qualidade da maioria dos Robusta indonésios.

A qualidade pode ser um problema na Indonésia, uma vez que a natureza da produção de pequenos produtores cria dificuldades para garantir a qualidade. Esse diferencial de qualidade pode levar os cafés indonésios a ficarem mais baratos no mercado internacional.

Mesmo com os robustas de qualidade inferior, a Indonésia também é conhecida pelos cafés especiais e de alta qualidade. O país é conhecido por seu café especial exclusivo Kapi Luwak, feito de grãos de café que foram comidos e excretados por civetas. Apesar da aclamação mundial devido ao seu excelente sabor, o processo de produção deste café levanta muitas dúvidas sobre a natureza desagradável de coletar os grãos e também considerações éticas para o tratamento dos civetas em cativeiro.



Perspectivas

Desde 2017, a Associação de Exportadores de Café da Indonésia (AEKI) trabalha em um plano para expandir as plantações de café do país e rejuvenescer antigas plantações por meio de programas de intensificação. O objetivo era aumentar a produção de café para entre 15 e 20 milhões de sacas de produção anual até 2027.

No entanto, olhando para os últimos seis anos, que representam a primeira metade do tempo até o prazo, a produção de café mal atingiu um pico de cerca de 12 milhões de sacas. Isso sugere que a meta de 15 a 20 milhões de sacas por ano pode não ser alcançada, pelo menos não dentro do cronograma.

Ainda é possível que os esforços da AEKI e do governo possam, embora talvez em menor grau, aumentar o tamanho e a qualidade da safra de café da Indonésia. No mínimo, a iniciativa deve ajudar a evitar que a produção dessa origem essencial do café diminua.

… continua


[Quer ter o máximo de aproveitamento em seu negócio? Nossos relatórios de mercado de café premium oferecem análises detalhadas e previsões de especialistas para ajudá-lo a ficar à frente da curva. Receba por um período gratuito, começando hoje]







9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page